Como reciclar o material escolar

Todo começo de ano é aquela história: os filhos se preparam para as aulas, a escola envia a lista de materiais escolares e você precisa comprar tudo novamente. Mas você já pensou em “reciclar o material escolar” dos pequenos? Sim, isso é bem prático e possível. Essa reciclagem, além de contribuir para o bom desenvolvimento do meio ambiente (quanto menos cadernos, menos árvores, certo?), ainda te dá aquela ajuda na hora de economizar e o bolso agradece. Contudo, antes de comprar, vale a pena pensar se, no material que seu filho utilizou no ano passado, há itens em boas condições e podem ser usados novamente. Então, preparamos algumas dicas valiosas que vão te ajudar a fazer essa verificação.

Troca de material

Para economizar na aquisição de materiais, por exemplo, você pode organizar uma troca de itens. Entre em contato com pessoas que você conhece e que também tenham alunos em casa. Vocês podem organizar uma troca de materiais que não vão utilizar, mas que vai servir para uma outra pessoa. Os livros são um bom exemplo dessa prática. O livro do ano passado, pode será útil para um novo aluno esse ano.

Cadernos antigos

O termo “reciclar” aqui não é pegar as folhas do caderno antigo e transformar em folhas novas. Pode ficar tranquila. Aqui, estamos falando sobre a reutilização do caderno. Uma ótima opção para isso é pegar as folhas que ainda restaram e transformar em rascunhos. Sabe aqueles blocos de anotações, os cadernos que os alunos usam para fazer as continhas de matemática? Pois é, essas folhas limpas servirão exatamente para isso.

Estojo velho?

Quando o ano acaba, o que sobrou de material fica guardado e o estojo é um desses materiais. Pense que você não precisa comprar um estojo novo, com 3 divisórias, do personagem do momento, porque além de não ser necessário, você ainda gastará muito com um produto licenciado. Pois é! Aquele personagem de desenho que seu filho adora, costuma cobrar caro pelos produtos dele. Mas não se preocupe. Pegue o estojo do ano passado, veja se os zíperes estão em bom estado. Se estiver tudo certo, é só lavar com cuidado, para não desbotar ou estragar e pronto. Um estojo limpo e novinho.

E a mochila?

As mochilas são sempre um problema a ser driblado. Todo ano tem que ter uma mochila nova, porque assim como o estojo, tem um personagem novo no pedaço, uma cor do momento ou um modelo diferente que está na moda. Em alguns casos, os filhos já não querem mais as mochilas de rodinhas por estarem crescendo e escolhem os modelos mais despojados. Então, você pode fazer uma troca de mochila com outras pessoas ou caso ainda haja a possibilidade, você pode lavar a mochila anterior e colocar em uso novamente. Se precisar de pequenos reparos, um sapateiro é uma ótima opção para o serviço.

Além das dicas citadas acima de como reciclar o material escolar, o bom e velho desconto é sempre uma boa opção. Focar em produtos e lojas que oferecem esse benefício, pode fazer toda a diferença no final da compra. A melhor maneira de educar os filhos é através do exemplo. Então, fazendo essas opções, você está fazendo com que ele crie a consciência ecológica, que será praticada por toda a vida.

Gostou das dicas? Compartilhe com os amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *